Quaresma 2020: abraçar uma verdadeira conversão ecológica - CIDSE

Quaresma 2020: abraçar uma verdadeira conversão ecológica

A Quaresma está começando hoje. É uma época especial do ano em que somos convidados a orar, refletir e nos sentir mais próximos. Nesta Quaresma, o Papa Francisco nos convida particularmente a pensar e agir sobre as desigualdades do mundo, para dar caridade, mas também para ir ainda mais longe, e considerar os aspectos estruturais de nossa vida econômica em direção a uma economia mais justa e inclusiva.

Como rede católica, o CIDSE atribui grande importância a este momento. Vários de nossos membros realizam campanhas de Quaresma, convidando reflexões entre os cidadãos e incentivando-os a agir em solidariedade. No ano do quinto aniversário da Encíclica Laudato Si ', do Papa Francisco, várias organizações focam suas reflexões e ações da Quaresma na cuidar de nossa casa comum e o conversão ecológica que cada um de nós precisa empreender.

Entraide et FraternitéBélgica convida as pessoas a mudar seus modos de vida, produção e consumo a fim de proteger nosso lar comum e superar os desafios ecológicos e humanos diante de nós. Também lança um apelo aos cristãos para apoiar o povo do Haiti, que é altamente afetado pelas mudanças climáticas.


Desenvolvimento e Paz, Canadá, concentra sua Campanha emprestada na Amazônia e destaca o papel essencial daqueles que estão protegendo nosso lar comum. A Quaresma também é destacada como chance de refletir sobre a ecologia integral.


Do mesmo modo, CCFD- Terre Solidaire, França, convida as pessoas a viver Quaresma em torno da ecologia integral promover uma transição social e ecológica.


Outras organizações focadas em temas semelhantes são Mãos unidas, Espanha e Partage Lu, Luxemburgo. A organização espanhola convida as pessoas a engajar-nos pelo nosso lar comum em direção a um planeta sustentável, contra a pobreza e por cuidados ambientais.

Partage Lu propõe o tema "Porque a justiça não é por acaso! ” e coleta fundos relacionados à justiça e ecologia, dois direitos fundamentais e interligados.


Além disso, Maryknoll, EUA, preparou um Guia da reflexão quaresmal sobre o conceito de "conversão ecológica". Oferece reflexões, orações e perguntas baseadas nas passagens das escrituras de cada semana da Quaresma e apresentando as experiências dos Missionários Maryknoll.



Outros temas, também cruciais para um mundo mais justo, foram escolhidas por outras organizações da CIDSE.

Broederlijk Delen, Bélgica, convida as pessoas a refletir sobre o conceito fundamental de “compartilhando”E incentiva as pessoas a encontrar seu próprio caminho durante a Quaresma.

CAFOD, Inglaterra e País de Gales, elaboraram um guia com cinco ideias simples para fazer a diferença esta Quaresma. Também incentiva o apoio às pessoas no Zimbábue, Bangladesh e Peru, ao mesmo tempo em que apresenta especialistas locais desses países.


Misereor, Alemanha, convida as pessoas a refletir sobre como pessoas de diferentes origens e identidades podem viver pacificamente juntas. Também pede apoio às pessoas na Síria, Líbano e Alemanha para uma sociedade livre, aberta e justa.


Trócaire, Irlanda, convida os cristãos a apoiar mães nas linhas de frente que protegem suas famílias de violência, intimidação, fome e seca.

Vastenactie, Holanda, concentra sua campanha da Quaresma educação profissional e empreendedorismo nos países em desenvolvimento. Eles apoiarão projetos que oferecem educação profissional, inclusive em Bangladesh, Zâmbia e Serra Leoa.


SCIAF, Na Escócia, lançou uma campanha em violência sexual no Congo e compartilha as histórias comoventes de nove sobreviventes.

https://www.sciaf.org.uk/get-involved/appeals/433-wee-box-big-change

Fastenopfer, Na Suíça, realiza uma campanha ecumênica sobre agricultura e sementes com o lema: “Juntos por uma agricultura que garantirá nosso futuro".


Atualmente não está executando uma campanha quaresmal, mas muitas outras atividades inspiradoras são os outros membros da CIDSE: Cordaid (Países Baixos), eRko (Eslováquia), FEC (Portugal), Focsiv (Itália), KOO (Áustria).

Compartilhe esse conteúdo nas mídias sociais