Energia para mudar - CIDSE
© CIDSE

Energia para mudar

© CIDSE

Um próximo documentário do CIDSE sobre sustentabilidade energética para as pessoas e o planeta

Após o lançamento de "Histórias de Mudança”(2017), documentário da campanha do CIDSE“ Mudança para o Planeta - Cuidar das Pessoas ”sobre as pessoas mudando a forma de acessar e produzir alimentos, o novo documentário“ Energia para Mudar ”será lançado em dezembro.

A maneira como as pessoas produzem e acessam a energia é um aspecto crucial da vida de todos e outro foco importante da campanha da CIDSE em estilos de vida sustentáveis. A questão da energia é realmente uma questão de sustentabilidade: podemos conscientemente fazer escolhas que priorizem o respeito ao nosso planeta. Ao mesmo tempo, a energia também está relacionada à boa governança, direitos humanos, pobreza e igualdade de gênero. Pensar em energia significa manter tudo isso em mente e isso é um desafio!

O lado positivo é que existem alternativas para melhor se relacionar com a energia e estão florescendo em todo o mundo. Eles são realizados pelo povo. Mulheres e homens estão tomando iniciativas, sendo criativos e corajosos para melhorar seu acesso à energia, consumindo energia mais limpa, defendendo suas terras de mega projetos polêmicos, compartilhando seus recursos com outros para melhorar a eficiência, tornando-se ativistas por um melhor acesso à energia para todos, abrindo igrejas para inovações e reflexões sobre como viver de forma mais sustentável como comunidades.

Os protagonistas do documentário vêm da Bélgica, Brasil, República Democrática do Congo, Quênia, Portugal e Suíça e nos levarão por uma jornada de esperança, luta, conquista e ambição. Eles estão unidos pela vontade de mudar para a produção e consumo sustentáveis ​​de energia - por meio de seu “Energia para Mudar”!

  • Pe. Herman, um padre belga executando uma igreja ecológica
  • Alessandra, uma “guerreira” brasileira do rio Tapajós, defendendo suas terras de um projeto de mega barragem
  • A comunidade de Kanyabayonga na República Democrática do Congo obtém seu suprimento de energia graças a uma pequena usina hidrelétrica construída por moradores
  • Lucy e Monika, enfermeiras quenianas trabalhando em uma clínica no Quênia que funciona com energia solar
  • Francisco, ativista português em energia sustentável
  • Stefan, Frida e seus filhos, vivendo em um projeto de co-habitação movido a energia limpa
Teasers - Energia para Mudar
CIDSE
Compartilhe esse conteúdo nas mídias sociais
Protegido por miniOrange